terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Pobre Passarinho ...


Não se vendem dois pardais por um asse? E nenhum deles cairá em terra sem o consentimento de vosso Pai. Não temais, pois! Bem mais valeis vós do que muitos pardais. Mateus 10:29, 31.


Fui falsamente acusada de fazer algo de que eu nem sequer tinha consciência. Dizer que me sentia abalada era pouco. Não sendo o tipo de mulher verbalmente retaliadora, achei melhor sair da casa e dar uma volta. Isso, pensei, seria uma boa maneira de “esfriar a cabeça”.

Os pensamentos voavam pela minha mente. Por que preciso ser culpada de tudo? Por que eu? Por que, quando procuro fazer o que é certo, as coisas se voltam contra mim?

Uma ave passou voando quando olhei para o céu, e eu disse comigo mesma: Por que não posso ser um passarinho e voar para longe quando os problemas aparecem? Quando eu era criança, costumava pensar como seria maravilhoso ser uma ave e voar quando as coisas se complicassem.
Então, ao dobrar a esquina, vi um passarinho caído na sarjeta. Coitadinho, pensei. Por que você está caído aí? Quem o matou? Parecia não haver nada que eu pudesse fazer. O rumo dos meus pensmentos mudou por completo; passou da pena que sentia de mim para o que causou a morte daquela pequenina ave.

Nosso verso em Mateus 10:29 me veio à mente. Esses passarinhos não têm muito valor, mas, se um deles cai ao chão, nosso Pai celeste sabe! Ele deve ficar triste ao ver uma de Suas criaturas morrer.

Agora entendi que minha situação ainda era melhor que a do passarinho. Eu ainda tinha vida e esperança. A ave não podia voar mais; porém, eu continuava livre. Nada tão ruim, afinal de contas. O passarinho não podia cantar mais; eu ainda podia cantar, apesar do meu desapontamento. Afinal, devemos louvar a Deus em todas as circunstâncias, mesmo quando a luta é penosa.

A ave não podia mais juntar alimento para sua família; meu Pai celeste continua tomando providências em meu favor. O pássaro havia caído sozinho na sarjeta, mas eu ainda tinha familiares e amigos que me amam, e um teto sobre a cabeça.

“Não temais, pois! Bem mais valeis vós do que muitos pardais.” Dê graças a seu Pai celestial, agora mesmo, por amá-la tanto.


Priscilla E. Adonis

No Livro:
Sussuros do Céu,
Casa Publicadora Brasileira.


Tenha a certeza de que Deus está disposto a cuidar de você durante este dia. Basta pedir...
Um grande abraço,

Pr. Adolfino R. Aquino

8 comentários:

Chris disse...

Obrigada ler aqui, um alimento diferente nessa manhã.

Inside Me disse...

qd pensamos no quanto somos importante para Deus, nossa vida tome outro sentido ^^

Jhennifer Cavassola disse...

Passei um tempo da minha vida, alias, o tempo que eu morava com meus pais, sendo acusada de tudo. Aff, tudo eu era culpada. Só esperava o momento que me livraria de tudo, que Deus me abençoaria e me tiraria dali. E assim foi feito! Amo eles demais, mas o que passei, claro que não foram só acusações, foi demais e graças a Deus hoje estou muito feliz e bem distante.
Amei o post! Beijos

Café da Madrugada® Por Lipp & Van. disse...

Deus... tão maravilhoso!

Giovana disse...

Por vezes, costumamos confundir sentimento de "injustiça" com sentimento de "pena" e há grande diferença entre ambos.

Sempre existe algo ou alguém em situação pior do que a gente. No entanto, não devemos nos conformar e acomodar perante isso, achando que se deve deixar tudo pra lá e o problema piorando mais e mais. Devemos, sim, possuir o discernimento para saber o que está acontecendo, assumir no que erro, levantar a cabeça e bater de frente, nem que isso custe alto.

Aí, sim, podemos ir ao encontro dos mais necessitados.

Beijo!

Viver é Bom ! ! ! disse...

Que blog lindo, cheio de inspirações, parece que só de ler já fiquei mais forte !!!
Que bom ter passado por aqui ! Para DEUS nada é coincidência...
Parabéns !

Quando der visite o meu blog também :

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

Um beijo,
Solange Maia

bruxamarytsha disse...

Nossa, que coisa boa ler esse texto. Agradeço todos os dias pela vida com que fui presenteada por Ele. Tem um desafio para vc lá no meu, vai buscar, beijcoas

Chris disse...

Amigo, faz uma visita nesse blogue, que estou te passando o link, é de uma menina precisando de apoio, está se sentindo só, deprimida e com problemas sérios de dependência química.
Não a deixemos só, sem uma palavra,uma direção, um afeto, um carinho, o Amor e a Amizade transformam e mudam vidas, eu creio.

Bjs no coração

O link é esse:
http://raiane-raine.blogspot.com/