sexta-feira, 16 de abril de 2010

O Belo


Vendo os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas, tomaram para si mulheres, as que, entre todas, mais lhes agradaram. Gênesis 6:2


A beleza física é o atributo pessoal mais altamente valorizado em nossa e em outras culturas. E este fator acompanha o ser humano do nascimento à morte. Por essa razão, muitas mães ficam um tanto deprimidas, na maternidade, ao verem o filho recém-nascido. Elas esperavam dar à luz um verdadeiro “bebê Johnson”, com cabelos loiros, encaracolados, grandes olhos azuis, faces rechonchudas e coradas, e sorridente, mostrando já quatro dentinhos.


Em vez disso, trouxeram-lhes um pedaço de gente todo avermelhado, desdentado, careca, e berrando a plenos pulmões. A aparência é, em geral, decepcionante nos recém-nascidos.
Moisés, entretanto, parece ter sido uma exceção à regra, pois a Bíblia declara três vezes que ele era um bebê formoso: “E a mulher concebeu e deu à luz um filho; e, vendo que era formoso, escondeu-o por três meses” (Êx 2:2; ver também At 7:20; Hb 11:23).


É claro que sua mãe, Joquebede, o teria amado fosse qual fosse sua condição, pois as mães, com frequência, devotam seu mais profundo amor a crianças fracas e doentias. Mas ela sentiu que as qualidades observadas no seu bebê eram um sinal de que Deus lhe estava reservando uma tarefa especial no futuro, e por isso decidiu salvá-lo, com risco da própria vida.


Em muitos casos, porém, quando a beleza física não esteve associada à beleza de caráter e à fé em Deus, ela contribuiu para a ruína de heróis da Bíblia, como aconteceu com Sansão. A beleza de Dalila, “que agradava aos seus olhos”, custou-lhe, literalmente, “os olhos da cara”. Davi, atraído pela beleza proibida da mulher de Urias, foi levado a cometer adultério e homicídio. Quando os filhos de Sete se uniram às filhas de Caim, atraídos unicamente por um rosto bonito e um corpo esbelto, o mundo antediluviano descambou para a corrupção generalizada que resultou no dilúvio.


Se você é bonito, não se orgulhe. Louve a Deus por isso, pois o mérito é dEle, não seu. Lúcifer orgulhou-se de sua formosura e caiu. Se não é bonito, lembre-se de que é dito que Cristo “não tinha aparência nem formosura; olhamo-Lo, mas nenhuma beleza havia que nos agradasse” (Is 53:2).


“Aos olhos do mundo, não possuía beleza para que O desejassem; e não obstante era o encarnado Deus, a luz do Céu na Terra” (O Desejado de Todas as Nações, CPB, p. 23).


Scheffel, Rubem M. Meditações diárias: com a eternidade no coração. Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira.

8 comentários:

Maria Marçal disse...

Permita-me discordar de ti.
Aliás, por casualidade, postei agora sobre discordâncias.

Quando nasceu minha única filha, hoje com 19 anos, achei a pessoinha mais linda da face da Terra!

Foram nove meses a aguardando com amor, cultivando uma princesa dentro de mim.

A beleza que buscamos no campo físico, mesmo que não sejamos belos, é uma grande aliada da autoestima, da realização de objetivos, porque, na verdade, se nos acharmos bonitas externamente é porque já passamos pelas barreiras interiores.

Não sei se me expliquei bem, entretanto meu querido exemplifico quando estamos apaixonados o que acontece?

Um feio faz de tudo para ficar bonito não é assim?

Extirpa o acomodamento, melhora os batimentos cardíacos, a pele fica melhor, o sorriso estimula outros órgãos a se tornarem belos!

Esse é apenas um exemplo.

Então fica aqui minha consideração sobre esse tema tão gostoso de debater.

beijos,

Maria Marçal - Porto Alegre - RS

Minhas Poesias Irradiantes disse...

Visitando seu blog já o estou seguindo, parabéns pelo belo post, mas apesar do homem natural só ver o exterior nós sabemos que o nosso Deus Vê a nossa beleza interior a qual ele criou.

Minhas Poesias Irradiantes disse...

Visitando seu blog já o estou seguindo, parabéns pelo belo post, mas apesar do homem natural só ver o exterior nós sabemos que o nosso Deus Vê a nossa beleza interior a qual ele criou.

Roniel A. disse...

Parabéns belo belo texto meu amigo. A beleza é algo exigido pela sociedade, mas não é o mais importante em nossas vidas, pois diante de Deus, todos os seus filhos são bonitos. Abraços. Roniel.

Cecília Avenca disse...

Creio que por mais feinho que seja um RN ao nascer,a maezinha deve ser orientada que é perfeitamente normal o neném nascer amassadinho ou inchado e essa aparencia feinha passa logo.
Cecil

Sissym disse...

Adolfino, eu tenho o maior problema para envelhecer, olho-me no espelho e não me reconheço! Se eu pudesse já teria feito não sei quantas plásticas. Nada demais, apenas uns acertos! Sou vaidosa. E acho que a aparencia conta muito em vários lugares, até para obter um trabalho. Assim como a Maria mencionou, a beleza está associada a estima. Não que eu ache que eu tenha que ser bonita, mas tratada. Ter possibilidades de me cuidar como já pude um dia. Eu acho que isso já seria ótimo.

Quanto a beleza interior, felizmente reconheço que o que sou agrada aos amigos, à minha fllha, e isso é bastante gratificante.

Bjs

joana disse...

Olá
Principell

Veja só o que me aconteceu...

http://artesdafadinha.blogspot.com/2010/04/as-fraudes-que-ha-na-net.html

E peço imensas desculpas!!!!

Tem um bom fim de semana!!!

beijnhos
joana

★Oyuki ★ disse...

Olá, como você está muito tempo sem passar por aqui e perdi o meu amigo brasileiro deixo saudações bom fim de semana passa