sexta-feira, 2 de abril de 2010

Deus Proverá


Respondeu Abraão: “Deus mesmo há de prover o cordeiro para o holocausto, meu filho.” Gênesis 22:8, NVI


O ano de 1983 foi cheio de grandes dificuldades para minha família. Contudo, uma vez mais, Deus cumpriu Suas promessas feitas em Filipenses 4:19: “O meu Deus suprirá todas as necessidades de vocês, de acordo com as Suas gloriosas riquezas em Cristo Jesus” (NVI).


Eu sustentava minha família sozinha, e as contas precisavam ser pagas, de modo que vendi o carro, interrompi meu curso na faculdade e desisti da sociedade num instituto de raio X. De uma vez só, perdi várias coisas que eram importantes na minha vida. A única coisa que restava era confiar no Senhor, para que me ajudasse a alimentar e educar meus quatro filhos. A crise piorou; não havia comida suficiente. Pela primeira vez, precisei trabalhar à noite, deixando meus filhos sozinhos.


Após uma refeição, com frequência eu não sabia quando seria a seguinte. A despeito do extremo sofrimento, eu não partilhava minhas preocupações com as crianças e não permitia que percebessem essa preocupação, porque tinha certeza de que Deus providenciaria uma saída. Certa noite, quando saí para trabalhar, as crianças estavam sozinhas e com fome. Orei, dizendo a Deus que não sabia mais o que fazer e pedindo-Lhe que providenciasse alimento para os meus filhos.


Quando eu estava fechando a porta, meu filho de 12 anos, que tinha um saudável apetite, perguntou: “Mamãe, hoje à noite vamos para a cama sem comer?” A dor que senti foi indescritível. Segurei as lágrimas, tomei as mãos dele, olhei direto nos seus olhos e disse: “Deus proverá, meu filho.” Desci a escada chorando, enquanto ele acenava adeus.


Uma das professoras do meu filho, que morava na vizinhança, sentiu uma impressão tremenda naquela noite, ao preparar o jantar. Sentiu que precisava ir à minha casa. Rapidamente, pediu que seu esposo tomasse conta do filho e encheu uma sacola com alimento. Quando chegou à minha casa, meus filhos lhe disseram que eu havia ido para o trabalho e que eles não tinham nada para comer. No dia seguinte, assim que abri a porta, meu filho veio correndo: “Mamãe, Deus providenciou mesmo!” E contou-me a história toda.


Jamais me esquecerei da alegria do meu filho, ao testemunhar o poder de Deus para prover. É muito importante demonstrar aos nossos filhos o quanto nosso Deus é digno de confiança.


Maria Chèvre


Notas Divinas - Meditação da Mulher 2010 - CPB

5 comentários:

jotapeh9907 disse...

Deus age assim mesmo!
Prova nossa fé, mas não desampara quem confia
Linda história de vida
Continue assim, que Elçe tem muitomais para vc e seus filhos!

Sissym disse...

Adolfino, isso me arrancou lágrimas, pq imagino quantas mães passam por isso. Não existe nada mais doloroso do que deixarmos uma criança sem o que comer. Eu peço a Deus que sustente todas elas, que ampare todas elas, que distribua a todas elas, que seu amor seja tão grande que nenhuma criança sinta esta necessidade. Isso é o que desejo, do fundo do meu coração.

LISON disse...

Que Post Fascinante!
PR. ADOLFINO.

A Lei Da Fé, se manifesta junto aos de bom coração nas horas mais difíceis da vida e é uma dos maiores desafios que um ser humano pode passar. As alternativas e caminhos são muitos para o grande encontro são muitos. Têm uns sinuosos, outros cheios de pedregulhos, alguns com subidas tortuosas que se perdem no horizonte, e também uns que levam aos becos sem saídas, agora existe o atalho, bem simples, basta seguir os ensinamentos da palavra sagrada. Aí, cada um faz livremente a sua opção.
Parabéns por mais um excelente post!
Abraços,
LISON.

O Garoto do Blog. disse...

Moça gostaria muito de poder dizer-lhe algo arespeito mais sou um ignorante no assunto...mais hore por mim quando sobrar nem que seja um segundinho o meio de suas horações ponha este jovem atormentado que lhe sera muito grato se ele for digno de uma benção de DEUS...Hoje eu penso que não sou digno dele pois ele não aparece na minha vida a muito tempo... tenho clamado por ele dia e noite de joelhos oferço-lhe meus sacrificios mesmo assim ele não me vê...o pq eu não sei assim sucumbi ao manto das trevas e estou perdido sem saber como sair, por favor talvez ele lhe ouça peça-o a meu,nem que seja em pequeno relampago por favor preciso de ajuda....

Felicidades...

P.S. "Difficile est longum subito deponere amorem."

Sinceramente: O Garoto do Bog.

María Cristina disse...

bendiciones