terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Que Continue Assim!


O temor do Senhor conduz à vida: quem O teme pode descansar em paz, livre de problemas. Provérbios 19:23, NVI


Foi, talvez, o melhor emprego que já tive – e o que menos pagava. Meu uniforme era uma versão modesta de um smoking formal, com um chapéu preto combinando, e a palavra “Motorista”. Meu trabalho oficial era levar idosos para compromissos pessoais e compras na cidade. Mas eu tinha outra razão para estar ali. Precisava de um empurrão! Embora a carreira do meu esposo estivesse em seu ponto alto, eu me encontrava lutando contra pensamentos que pareciam me isolar emocionalmente daqueles a quem eu amava. Meus pensamentos eram repetitivos e confinantes. Pobre de mim! Essas ideias vieram de graça e se tornaram, cada vez mais, um vício. De tempos em tempos, eu me imaginava realizando uma festa de autopiedade, com convites, balões pretos, música e brincadeiras. No exterior, porém, eu era toda sorrisos, especialmente no lar dos aposentados. Mas, sem muita demora, meus sorrisos de plástico se tornaram reais, quando encontrei outras pessoas em quem concentrar meus pensamentos.

Nesse ativo lar para idosos aposentados, um senhor chamou-me a atenção de modo especial. Ele ainda era bastante independente, dirigia o próprio carro pela cidade, acompanhava as senhoras ao almoço e era a vida das festinhas no bingo. King Gentry era esperto, também; tinha um computador que usava regularmente, escrevendo para amigos e familiares, ou editando um de seus muitos poemas para seu livro.

Recentemente, encontrei um dos poemas do Sr. Gentry em minha caixa de papel para correspondência e, por fim, tirei tempo para lê-lo inteiro. Era exatamente o que eu precisava, como recém-jubilada: “Se encaramos a eternidade tranquilamente, que continue assim./ Envelhecer com graça é difícil./ Seria porque pensamos mais em mim,/ quando deveríamos pensar um pouco mais em nós?/ Se vivemos tranquilamente como somos, que continue assim! Que saibamos partilhar com outros o dom da vida./ Somente pela graça de Deus vivemos cada dia./ Se o vivemos sob Sua graça, que continue assim!” – King Gentry, 21 de julho de 1999, Killeen, Texas.

Eu me lembrarei das palavras de King: não apenas “eu”, mas “nós” caminhando pela estrada da vida. Posso sobreviver – e até vicejar – se estender aos outros amizade e amor. Que continue assim!


Nancy Ann Neubarth Troyer

Meditação da Mulher 2011 - Santuário - Casa Publicadora Brasileira

3 comentários:

Sissym disse...

Olá meu amigo, belo texto.

Uma pena apenas que a medida que se vai ficando mais velho, do tipo idoso, a solidão se faça mais presente. A familia vai distanciando, muitos amigos tambem, sendo que outros tantos partem.
Contudo, aqueles que conseguem envelhecer saudavelmente, digo tanto saude fisica quanto psiquica, fazerá parte de um todo no ambiente que convive.

Anônimo disse...

leggere l'intero blog, pretty good

Nina-Khos disse...

oiee!
estou fazendo um sorteio no blog!
adoraria sua participação =D

http://nina-khos.blogspot.com/2011/06/super-sorteio-do-blog-para-comemorar.html

OBRIGADO...BEIJOS